22/08/2016

Resenha: Muito além do tempo (timeless #1) - Alexandra Monir

Muito além do tempo

Autor(a): Alexandra Monir
Editora: Jangada
Páginas: 272
Resenha por: Larissa
Nota: 5/5





Sinopse: Uma tragédia atinge a família de Michele Windsor, e ela é forçada a morar com os avós que nunca conheceu. Em sua mansão histórica em Nova York, repleta de segredos de família, Michele encontra um diário que tem o incrível poder de fazê-la retroceder no tempo, até o ano em que foi escrito, 1910. Lá Michele encontra o rapaz que ela viu em sonhos durante toda sua vida. Em pouco tempo, ela se vê apaixonada por ele. Quando se dá conta, Michele está vivendo uma vida dupla, lutando para conciliar seu mundo de estudante com suas viagens ao passado. Mas, quando se depara com uma descoberta terrível, ela é lançada numa corrida contra o tempo para salvar o homem que ama, e empreender uma busca que determinará o destino dos dois.

Resenha: A pessoa aqui faz promessas e mais promessas de que vai parar de iniciar duologias/triologias/séries, mas é quase impossível em um mundo em que as pessoas não se contentam mais escrevendo apenas um livro, tem que escrever outros depois daquele. Não que isso seja ruim, pois é muito bom em alguns casos, principalmente em "Muito além do tempo".

Michele é uma menina com dezessete anos, se eu não me engano, que está bem abalada porque seu namorado terminou com ela, mas como ela tem uma mãe maravilhosa e muito amiga como a minha, elas marcam de irem almoçar juntas para esquecer um pouco o garoto. Fica combinado de que a mãe de Michele vai pegá-la para almoçar logo depois da escola, mas acontece que ela não chega para buscar a garota.

"Não existe nada nesta vida capaz de te destruir, a não ser você mesma. Coisas ruins acontecem com todo mundo e, quando acontecem, você não pode simplesmente desmoronar e morrer. Você tem que lutar."

Enquanto espera a mãe buscá-la no colégio, Michele vê um policial vindo em sua direção, para então dar à ela a pior notícia do mundo: sua mãe sofreu um acidente e não resistiu. Michele fica arrasada, e eu me coloquei no lugar dela e me senti horrível, sabe? Minha mãe é minha melhor amiga, a única de verdade, e quando eu perder ela, não sei o que será de mim.

"Qual era o sentido de amar, quando as pessoas que você amava eram tiradas de você?"

A garota então é obrigada a ir morar com seus avós, em um lugar bem distante, e isso seria bom, se não fosse pelo trágico fato de que ela nunca conheceu seus avós. Michele então fica muito triste por ter que abandonar sua escola, suas amigas, sua cidade, mas vai, pois não tem outra escolha.

Chegando na casa de sua avó, Michele fica simplesmente encantada com aquela casa antiga, mas linda, digna de uma princesa. Ela vem de uma família muito famosa e rica de Nova York, mas nunca teve luxos enquanto morava com a mãe, pois a mãe fugiu de casa para viver com o pai de Michele (que ela também nunca conheceu) quando mais nova e então ficou sem o apoio dos pais quanto a dinheiro, luxos e tudo mais.

A casa dos avós de Michele foi habitada por todos da família Windsor, então dá para imaginar que ela tem muita história. Ao encontrar um diário de uma de suas parentes já falecidas, Michele é transportada para 1910, cem anos atrás, e lá ela encontra Philip Walker, um rapaz que era vivo nessa época para qual ela viajou e que ela sempre via em sonhos frequentes. Acontece que, de alguma maneira, os dois já se conheciam, mas como isso seria possível? Como já era de se esperar, os dois se apaixonam, e é aí que tudo fica complicado, pois a garota tem que ficar sempre voltando no tempo para encontrar Philip.

"Era uma criança quando começou a sonhar com ele, tão nova que ainda não se parecia com a adolescente no espelho. Os sonhos eram raros nessa época; só aconteciam uma ou duas vezes por ano."

Com grandes revelações e muitos mistérios, esse é um dos melhores livros que eu já li na minha vida, e eu não consigo parar de repetir o quando eu amei essa estória, os personagens, tudo! Para minha felicidade, esse é o primeiro de uma duologia (eu só encontrei dois livros, se tiver mais, me avisem, por favor) e eu vou poder, em breve, matar a saudade dessa linda estória.

"Se as viagens no tempo haviam lhe mostrado algo, era que 2010 não era o único tempo presente. Os outros tempos estão todos à nossa volta, e os espíritos daqueles que amamos e perdemos estão todos ao nosso redor. Só precisamos ser capazes de vê-los e senti-los."

15 comentários:

  1. Adoro essas histórias que tem viagens no tempo, romances de época.
    Adorei conhecer sobre esse livro, parabéns pela resenha!!!

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai amar esse livro então. Beijos!

      Excluir
  2. Oiiiii


    Depois da parte em que vc diz "esse é um dos melhores livros que ja li na vida" impossivel não ficar convencida a dar uma oportunidade pra essa leitura.
    Amo livros sobre viagens no tempo, amores impossiveis separados por séculos, etc. Essa dualogia tem sido bastante elogiada. E pela resenha não tenho duvidas de que é exatamente o tipo de livro que irei amar.
    Obrigada pela dica

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice! Esse livro é simplesmente perfeito, se tornou um dos melhores que já li na vida mesmo. Beijos!

      Excluir
  3. Olá!
    Gostei da resenha, acho legal histórias que se passam em época diferentes da nossa. ^^ Parece um livro muito interessante, acho que vou marcar para minhas próximas leituras.
    Beijos!

    Karina Draws ~ ☆

    ResponderExcluir
  4. Que livro interessante! ^^ Gostei muito da resenha, não vejo a hora de pegar esse livro para ler também. =]
    Beijinhos ♥

    Contadora de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Ahh muitas vezes eu acho que um livro só basta, mas quando a gente gosta assim acabamos querendo mais, né? O livro tem um enredo interessante e confesso que nunca encontrei protagonistas com o mesmo nome que o meu! Achei bem diferente rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha ouvido falar dessa história em algum lugar, mas não me recordava do titulo! Adorei a resenha e vou anotar pra não esquecer!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
  7. Ola,

    Não conhecia esse livro e adoro a temática que o livro aborda. Gosto de um enredo assim, viagem no tempo, fantasia!
    Adorei a resenha!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  8. esse livro vai agora pra minha listinha no skoob! adoreiii a resenha! amei a forma que vc fala
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, bonitas!!
    Não conhecia o livro, mas adorei a premissa!
    A temática me agrada e muito!
    Ótimo post!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  10. Gostei! A história é interessante e se você que lê a beça considera um dos melhores livros que leu, posso manter minhas expectativas lá em cima.

    Chiquereza

    ResponderExcluir
  11. Que lindeza! São tantas vertentes bacanas a serem exploradas: as superações de grandes dores da protagonista, o novo relacionamento com uma 'nova vida' e 'nova família' e a descoberta de algo impactante que vira como uma outra parte de si. Fiquei encantada demais com a resenha e super curiosa para ler. Não tem tamanha conexão, mas creio que pela viagem no tempo e 'novo amor', lembrei um pouco de Outlander (que amo demais!). Então ficou ainda mais válido!

    www.semquases.com

    ResponderExcluir
  12. Que lindeza! São tantas vertentes bacanas a serem exploradas: as superações de grandes dores da protagonista, o novo relacionamento com uma 'nova vida' e 'nova família' e a descoberta de algo impactante que vira como uma outra parte de si. Fiquei encantada demais com a resenha e super curiosa para ler. Não tem tamanha conexão, mas creio que pela viagem no tempo e 'novo amor', lembrei um pouco de Outlander (que amo demais!). Então ficou ainda mais válido!

    www.semquases.com

    ResponderExcluir