05/04/2019

[Resenha] O despertar (letargia #2) | Valéria Magalhães

O despertar

Autor(a): Valéria Magalhães
Editora: Autografia
Páginas: 408
Resenha por: Larissa
Avaliação: 4/5
Compre: Editora

*Livro cedido pela autora para resenha


Sinopse: A história da jovem impetuosa continua. Kaila, agora mais velha, se vê rodeada por conflitos inesperados. As lembranças do passado ressurgem e as decisões, que um dia foram tomadas por ela mesma, cobram o seu preço, só que absurdamente caro. Sem se deixar abater, ela encontra forças para lutar. O que um dia lhe assombrou, agora, ela usa como sustentáculo para tornar-se mais forte e conquistar o seu verdadeiro amor.

Resenha: No livro anterior, "O amanhã pode ser melhor", fomos apresentados à Kaila, uma jovem moça que perdeu a mãe cedo e passou boa parte da vida sendo privada de tudo - até mesmo dos estudos - pelos seus tios. Kaila sempre foi uma moça que sonhava em ser independente, e a última coisa que queria era casar-se e ter uma vida infeliz como a dos seus tios, então quando ela descobriu que seu pai estava vivo e morava na cidade grande, é claro que ela não perdeu a oportunidade de ir embora com ele para tentar a sorte, mesmo que isso implicasse em ter que deixar para trás Humberto, o homem encantador pelo qual ela se apaixonara de forma avassaladora.

Após Kaila ter humilhado Humberto, recusando o pedido de casamento dele na frente de todos, ela foi com seu pai para a cidade e começou a estudar. Em uma festa, Kaila conheceu Tomaz, que propôs à moça que eles casem-se apenas nas aparências, pois ele precisava disso para receber a herança, e em troca ela ganharia uma parte dos bens. Depois de muita relutância, Kaila acabou aceitando o acordo com Tomaz e eles foram para Belo Horizonte. Na cidade nova, em uma festa, nossa protagonista acabou conhecendo Rodolfo, um senhor já de idade, que a pediu em casamento de brincadeira e ela aceitou. Humberto estava nessa mesma festa e, enciumado, acabou pedindo Bela - moça apaixonada por ele e neta de Rodolfo - em casamento e ela também aceitou.

Alguns anos depois, Rodolfo acabou morrendo. Muito decepcionada após descobrir que foi alvo de enganações, Kaila resolveu isolar-se de todos, indo parar em uma das fazendas de Rodolfo - agora sua -, que fica em Encosta da Serra - lugar onde ela morava com os tios e conheceu Humberto anos atrás. Chegando na fazenda, Kaila descobre que Eduardo, o administrador do local, é filho de Rodolfo, então logo uma questão começa a deixá-la em dúvida: será que ela deve contar para Eduardo que ele é filho de Rodolfo e, consequentemente, herdeiro, assim como ela?

"Quando retornei pra Encosta, pensei que pudesse apagar tudo o que fizeram e armaram contra mim, mas percebo que, sobre a terra, não se foge de uma situação, muito menos se apagam as lembranças com uma grande borracha."

Tudo o que eu disse acima está no primeiro livro, mas tentei dar uma resumida para que vocês consigam entender "O despertar", que passa-se quatorze anos depois. Aliás, esse livro traz com um resumo do primeiro, o que eu simplesmente amei, já que minha memória é horrível e eu não lembrava do livro anterior com tantos detalhes. Enfim, a estória do segundo livro ("O despertar") começa agora...

Inevitavelmente, Eduardo e Kaila começam a aproximar-se mais do que deveriam, mas Eduardo ainda não sabe quem ela é de verdade - ele não sabe nem que ela é a dona da fazenda que ele administra. Após uma confusão depois de Humberto ter visto Kaila beijando Eduardo e ter ficado louco de ciúmes, o peão acaba descobrindo quem Kaila é de verdade, o que gera uma grande briga entre os dois.

Algum tempo depois, Kaila e Eduardo acabam casando-se. Os dois estão apaixonados, é evidente, e é claro que Humberto não gosta nada disso, já que, segundo ele, Kaila é uma mulher muito fina e rica para casar-se com um simples peão - mas é óbvio que ele está é morrendo de ciúmes da garota pela qual apaixonou-se quatorze anos atrás.

"Como é possível uma pessoa se prender ao passado a ponto de viver uma vida inteira escravizada pelas lembranças de um maldito sentimento, permitindo que essas lembranças se tornem com o tempo a sua fraqueza, deixando-as crescer dentro de si, e o pior, alimentando dia após dia seus demônios internos para que isso se transforme numa bomba, que vagarosa e cruelmente engoliria toda a sua vida e consequentemente, de modo cruel, atingiria aqueles que estão próximos."

Além do empecilho chamado Humberto no casamento de Kaila e Eduardo, tem ainda uma empregada da casa deles, Anastácia, que diz-se apaixonada pelo homem e morre de ciúmes dele. Anastácia era uma garota quando dormiu com Eduardo, algo que ele não sabia, então ela acha que está apaixonada por ele, mas na verdade é apenas gratidão o que ela sente.

Quando tudo parece ir bem na estória, acontece algo que deixa o leitor sem reação - eu fiquei de boca aberta, literalmente. É algo realmente inesperado, que eu jamais teria imaginado que pudesse vir a acontecer. A partir dessa parte da estória, não posso contar mais nada, pois qualquer coisa que eu disser pode ser um grande spoiler.

Esse livro foi uma grande surpresa para mim, eu não esperava essa estória toda, muito menos as surpresas que tive ao longo da leitura. É uma obra incrível e que tem um final triste, sem dúvidas, mas justo, de acordo com tudo o que aconteceu na estória, o que torna tudo mais próximo da realidade.

"A parte boa é saber que quando se é movido pelo amor, tudo se torna motivador. Analisando o passado, compreendo que o amor não é apenas um sentimento que nos une a uma pessoa; ele é um laço, uma aliança que nos faz inseparáveis e capazes de atravessar o mundo, dispostos a tudo."

9 comentários:

  1. Eu vi muitas coisas sobre esses livros no instagram, achei bem legal a premissa dos dois livros e parece que o livro é realmente muito bem escrito!
    Eu até coloquei ele na minha lista de desejados pra ler quando eu tiver um tempo sobrando! Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei confusa com a resenha hahaha
    Quantos casamentos em uma história só haha. Gostei da iniciativa de Kaila ir embora e procurar uma vida melhor, loge de tudo que a fez mal.. no entanto achei ela bem insegura e fiquei curiosa para entender melhor suas motivações. Também quero saber desse desfecho hahaha

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto o livro por ai, mas não conhecia a premissa dele e fiquei muito instigada a conhecer, ainda mais sabendo que fui surpreendida com a estória del e ainda tem esse acontecimento que deixa o leitor sem reação... preciso ler.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Oi, parece ser uma história bem dramática e cheia de acontecimentos, eu fiquei bem curiosa para ler esse e o primeiro e ver qual será o desfecho da personagem.

    ResponderExcluir
  5. Morro de vontade de ler o primeiro volume desse livro e quando vi o lançamento desse eu fiquei ainda mais curiosa! Gostei muito da sua resenha e espero não demorar muito tempo para ler porque acho que vou gostar muito.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não conhecia esse livro e nem o anterior. Não fiquei muito atraída pelo enredo e saber que o final é triste, mesmo que tenha sido realista, não me anima a ler. Mas adorei saber que você gostou tanto e que bom que a leitura te surpreendeu positivamente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Eu confesso que não lembrava do livro e muito menos do primeiro volume. São tantos livros que vemos na blogsfera e no instagram que alguns passam batido. Parabéns pela resenha, ficou bem caprichada e completinha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha e vc têm toda razão, é dificil resenhar a a partir do ocorrido que literalmente da uma reviravolta na história e em nossas mentes confusas. Até o momento todos que resenharam pontuaram como vc, não tinha como ter oitro final. Mas que essa aventura é top, ah, isso é.

    ResponderExcluir