20/11/2017

[Resenha] As cicatrizes de Andy (mercy bay #2) | Layla Casanova

As cicatrizes de Andy

Autor(a): Layla Casanova
Editora: Amazon
Páginas: 245
Resenha por: Viviane
Avaliação: 5/5
Compre: Amazon
*E-book cedido pela autora para resenha



Sinopse: Crescendo no sistema de adoção, Andy foi deixada com muitas cicatrizes – físicas e emocionais. Ela nunca teve uma família e por isso jurou a si mesma que jamais precisaria de alguém. Andy corre atrás do que quer e sempre consegue o que está determinada a ter. Menos CJ.

Sério e extremamente sexy, CJ é um policial que acabou de se mudar para San Francisco, e parece que gosta de ficar de olho em Andy. O problema é que isso é tudo que CJ faz. O flerte, que começou misterioso e sensual, está deixando Andy impaciente e frustrada. Por que ela não consegue simplesmente ir até ele? O que ele quer?

Em meio a uma conturbada relação, uma criança chega à emergência com ferimentos que lembram Andy de sua infância. Ela precisa ajudá-lo, mas como essa situação vai mudar a relação entre os dois? Pode isso ser o começo de algo ainda maior na sua vida, ou as cicatrizes são profundas demais para serem curadas?

Resenha: Neste segundo livro da série "Mercy Bay" não iremos continuar acompanhando Zoe, mas sim Andrea McAllister, ou simplesmente Andy, que é a amiga enfermeira de Zoe. O cenário continua sendo o hospital...

Andy é uma mulher forte e guerreira que teve uma infância difícil, passando por diversos lares temporários enquanto aguardava ser adotada; foi um período de muitas agressões e sofrimento, o que a fez crescer com um sentimento de solidão e de só poder confiar e contar com ela mesma; inclusive, Andy sempre teve muita dificuldade em manter um relacionamento, pois a sensação de que logo seria abandonada a fazia abandonar antes.

"O mundo é cruel com crianças, especialmente quando aqueles que supostamente deveriam protegê-los os tratam como posses e fazem o que bem entendem com eles."

Agora, com um emprego fixo e um apartamento estruturado, Andy decide candidatar-se a lar temporário e não demora a chegar sua primeira criança, Wade, um menino de seis anos que sofria maus tratos de seu pai. O menino chegou ao hospital com uma fratura por torção no punho e imediatamente o serviço social foi chamado e Andy candidatou-se ao cargo de lar temporário, conseguindo a tutela.

"Mas eu me concentrava naqueles que podia salvar, especialmente nas crianças que chegariam aqui e encontrariam em mim o porto seguro que eu nunca encontrei quando precisei, alguém em quem podiam confiar."

Durante este tempo, Andy envolveu-se sentimentalmente com CJ, um policial com quem, até então, ela só tinha um flerte; os dois saíram juntos, mas, por medo de ser abandonada, após levar Wade para sua casa, ela excluiu CJ de sua vida, porém já era tarde, pois estavam completamente apaixonados um pelo outro.

"Depois de uma vida inteira podendo contar apenas comigo mesma é difícil aceitar que exista algo que outra pessoa possa fazer por mim."

Aos poucos, Andy foi permitindo que CJ fizesse parte de sua vida e, ao mesmo tempo, foi apegando-se tanto a Wade que foi um choque quando a assistente social ligou para dizer que tinha encontrado um casal interessado no garoto.

Na época em que Andy acolheu Wade, o pai dele havia sido preso, mas, após pagar uma fiança, foi posto em liberdade com medida protetiva, o que não o impediu de ir atrás de Andy e do garoto, a deixando completamente em pânico e, só por isso, ela vinha aceitando a hipótese de entregar Wade para o casal. Mas algo aconteceu que a fez ver que seria capaz de dar sua vida pelo menino e que ainda tinha muita coisa para fazer, inclusive dizer a CJ o quanto o amava. Nesta parte do livro, meu coração quase saiu pela boca, um desfecho digno de Shonda Himes - para quem não sabe, ou não leu minha resenha do primeiro livro ("A segunda chance de Zoe"), a série "Mercy Bay" é inspirada em Grey's Anatomy, minha série preferida da vida, e as cenas do livro não foram menos tensas que o seriado.

"As cicatrizes de Andy" apresentou-me uma mulher forte, com um passado sofrido, uma vontade imensa de dar a volta por cima e deixar para trás todo o sofrimento pelos anos no sistema de adoção e os lares temporários com pais agressivos e omissos. Mas, acima de tudo, é uma prova de que por pior que tenha sido o passado, nada impede que no futuro melhore. O livro teve algumas cenas quentes, protagonizadas por Andy e CJ; o queridíssimo Ravi esteve ainda mais presente na estória, desta vez sofrendo muito com o fim de um relacionamento; Zoe e Adam apareceram como coadjuvantes. Eu não sei se terá um terceiro livro, mas, se tiver, gostaria muito que Ravi tivesse seu final feliz.

18 comentários:

  1. Olá, Viviane!

    Já li sobre esse livro em alguns outros blogs, principalmente no Leitora Cretina, e parece ser muito interessante e envolvente.
    Ainda estou conhecendo esse gênero, mas o primeiro livro que li, gostei muito.
    Enfim, adorei a resenha!

    Beijão
    Cantinho da Escrita

    ResponderExcluir
  2. Uau! Não conhecia a obra, mas, só em ler sua resenha me deu uma vontade imensa de ler. <3 amei demaaaaaissss!
    Obrigada por compartilhar <3

    www.heylou.com.br

    ResponderExcluir
  3. Uau, a protagonista me lembrou muito uma pessoa que conheci, ela também cresceu no sistema de adoção. Sua resenha me deixou com muita vontade de ler esse livro, espero conseguir ler um dia e gostar bastante, Parabéns pela resenha ❤
    Bjos, Bia!

    ResponderExcluir
  4. Oiii Viviane tudo bem linda?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, não sou lá muito chegada a esse gênero e nem a este tipo de livro, mas parece quem curte parece ser uma ótima pedida.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Assim como a Morgana, eu também não curto muito o gênero, mas acho que deve ser ótimo para quem gosta. A resenha está ótima :)

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Já tinha escutado falar sobre esse livro mas nunca tive interesse em ler, mas sua resenha me deixou querendo saber mais, prometo que lerei em breve.
    Parabéns pelo blog!

    Estante Clássica

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vivi!
    Eu amei esse livro <3 Estava super ansiosa pela história da Andy e não me decepcionei.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  8. Como não assisti Grey's Anatomy, não sei se a série Mercy Bay me agradaria. Mas a trama em si é boa, o que pode ser a
    oportunidade de ler uma grande história, vamos anotar a dica.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi
    pelo que a autora falou vai ter um terceiro livro sim, eu também quero muito um do Ravi, gostei muito desse livro e que bom que também gostou e me encantei com o Wade.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Fiquei bem interessada no livro, ainda mais ao saber que ele tem um desfecho digno de Shonda Rhymes. Amo Scandal, uma das outras séries dela, mas eita série com reviravolta, viu?
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ahh adoro livros que traz personagens diferentes a cada volume. Só o fato de remeter algo a Greys ja me.deixou curiosa.
    A leitura certamente é apaixonante.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  12. Oi Viviane, não conhecia o livro, mas gostei da força da protagonista em querer dar a volta por cima.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  13. "Andy sempre teve muita dificuldade em manter um relacionamento, pois a sensação de que logo seria abandonada a fazia abandonar antes." EU NA VIDA TT_TT

    bem, apesar de ter achado o enredo bem construído, o livro não é minha vibe de leitura... e nossa, ler em ebook não dava pra mim, fico sem paciência e perco a concentração da leitura...

    bjs...

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Não conhecia a obra ainda, mas a trama me pareceu ser bem construída e emocionante. Fiquei bem interessada, gostei muito da sua resenha e pretendo ler o livro.
    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Olá Viviane,
    Esse livro parece ser, no mínimo, inspirador. Os personagens parecem ser bem construídos e inspiradores, sabe? Estou me perguntando tudo o que essa mulher sofreu e como ela lidou com a vida, sabe?
    Vou anotar a dica de leitura, sem dúvidas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  16. A premissa é interessante, é muito bom romances assim, que trazem personagens de carne e osso, com problemas reais, que nos fazem torcer, sofrer e odiar junto. Achei o livro e sua resenha bem cativante. Ótimas leituras neste restinho de ano.
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá, não conhecia a obra e confesso não ser meu gênero preferido. Vou marcar a dica para recomendar para amigos que gostam.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem? Segundo volume? Não conhecia nem o primeiro rs porém pela sua resenha posso ver que irei adorar, pois são enredos que me agradam muito. Pelo que vi cada livro é de um casal né, então dá para ler separado? Adorei mesmo <3
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir