29/10/2018

[Resenha] A barraca do beijo (a barraca do beijo #1) | Beth Reekles

A barraca do beijo

Autor(a): Beth Reekles
Editora: Astral Cultural
Páginas: 336
Resenha por: Larissa
Avaliação: 4/5
Compre: Americanas

*Livro cedido pela editora para resenha


Sinopse: ELLE EVANS é o que toda garota quer ser: bonita e popular. Mas ela nunca foi beijada. NOAH FLYNN é lindo e um tanto quanto bad boy - tá, o maior bad boy da escola - e o Rei dos Joguinhos.

A verdade é que Elle sempre teve uma queda pelo jeito descolado de Noah, que, por coincidência, é o irmão mais velho de seu melhor amigo, Lee. Essa paixão cresce ainda mais quando Elle e Lee decidem organizar uma barraca do beijo no Festival da Primavera da escola e Noah acaba aparecendo por lá. Mas o romance desses dois está bem longe de ser um conto de fadas.

Será que Elle vai acabar com o coração partido ou conseguirá conquistar de vez o bad boy Noah?

Resenha: Elle e Lee são melhores amigos desde que se entendem por gente. Os dois nasceram no mesmo dia e cresceram juntos, então eles conhecem um ao outro como a si mesmos.

Nossa protagonista, Elle, sempre teve um crush no irmão mais velho de Lee, Noah - que prefere ser chamado de Flynn -, porém ele sempre a viu como uma irmã mais nova, a qual deveria proteger.

Diferentemente das outras garotas da escola, Elle nunca beijou; aliás, nunca foi convidada para um encontro. Ao descobrir, através de um grupinhos de meninas, que os garotos não chamam ela para sair porque Flynn coloca medo em todos eles, Elle fica muito brava, ao mesmo tempo em que se questiona se ele faz isso apenas por querer protegê-la ou se tem algo a mais aí, como ciúmes.

"A superproteção de Lee era algo suportável. Até gostava, na verdade. Não me importava de Noah querer agir como um irmão mais velho e me proteger, também; mas o que não gostava era que ele parecia ser contra eu ter qualquer encontro."

A escola de Elle está organizando um festival, e ela e Lee, como alunos do grêmio estudantil, precisam de uma ideia de uma barraca de entretenimento para o evento. Depois de muito pensar e pesquisar, os dois chegam, enfim, a uma ideia bacana e que os outros alunos não escolheram: barraca do beijo. Então Elle e Lee começam uma busca por pessoas dispostas a ficarem na barraca do beijo. Porém, no dia do festival, Elle acaba indo parar na barraca do beijo e quem ela beija é ninguém menos que Noah Flynn.

Depois do beijo na barraca do beijo, Elle e Noah começam um romance às escondidas, já que ele é irmão do melhor amigo dela e provavelmente Lee não iria gostar nada disso, sem falar que o pai da garota não gosta muito do rapaz.

Noah, apesar de ser o sonho de todas as garotas da escola, por muitas vezes deixou-me irritada, pois ele era bastante controlador em relação à Elle e ela parecia aceitar tranquilamente isso tudo.

A amizade de Elle e Lee é aquele tipo de amizade invejável - de um jeito bom. Eles nasceram no mesmo dia, sabem sempre no que o outro está pensando, são fiéis e bastante sinceros um com o outro. Acredito que todos deveriam ter a oportunidade de ter pelo menos um amigo como a Elle ou o Lee.

"Simplesmente não é a coisa certa para você. Mas se isso é o que você realmente quer... eu vou estar por perto para juntar os pedaços depois, está bem?"

No geral, eu gostei bastante do livro. Li a obra depois de assistir ao filme, algo que não gosto muito, mas ainda assim consegui aproveitar a estória. É um daqueles romances clichês, porém eu gosto bastante, e acredito que quem também gosta desse tipo de estória vai amar a obra.

11 comentários:

  1. Tudo bem? No começo eu tive um certo receio de ler e ver o filme.. Mas acabei me rendendo e adorei demais.
    Eu não costumo ler e nem assistir livros e filmes assim, mas esse foi bem divertido e gostoso.
    O filme eu assisti com minha filha.
    Também li a obra após ter assistido o filme.. É realmente um romance muito clichê, mas as vezes os clichês conseguem nos ganhar totalmente.
    Ótima resenha.
    Beijos.

    Além das Páginas.

    ResponderExcluir
  2. Olha eu não tenho a menos vontade de ler esse livro confesso. Mas eu gostei do filme. Bem sessão da tarde e até engraçado em alguns pontos. Alguns momentos quis matar um personagem ou dois mas faz parte. Parabéns pela resenha. E mal vejo a hora para a continuação.

    Beijão .

    ResponderExcluir
  3. Não vi o filme e nem li o livro... na verdade não é minha preferência, mas não importa muito, porque gosto não se discute e acho super importante essa diversidade. Beijos!
    Borboletra

    ResponderExcluir
  4. aaaaah, que amor essa resenha!

    Eu adorei o filme, já assiti umas 21732894823 vezes, haha. Mas ainda não tive a oportunidade de ler o livro, espero poder em breve. A resenha esta ótima, parabéns, e o blog é um amor <3

    Já me inscrevi, ganharam mais uma leitora.

    bjs

    www.alimentopraalma.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu assisti ao filme e quando soube que o livro chegaria aqui no Brasil fiquei bem curiosa, mesmo achando a trama muito previsível e um pouco fraquinha. Mas, no fim, quem não ama um clichê nas horas de dor de cotovelo? Eu amo. Então, acho que leria o livro mesmo assim! haha Adorei a resenha, que bom que gostou!
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Este livro deve ser um amorzinho mesmo. Eu assisti ao filme, e confesso que já no filme, o jeito controlador do Noah me deixou irritada, por isso, apesar de ter gostado bastante do filme decidi nao ler o livro, pois livros com mocinhos assim eh costumo abandonar. Mesmo assim, adorei saber seu ponto de vista, se não fosse por este detalhe seria um clichê maravilhoso, mas não deixa de ser um amorzinho de livro.

    ResponderExcluir
  7. Ahhh eu queria ter lido antes de assistir.
    Gostei dos atores, mas não consegui gostar da história. Ai fico me perguntando se com o livro teria sido diferente rs..

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  8. Eu amo esse filme e me deu até uma saudadinha da história! Espero conferir o livro tambem porque sei que muita coisa no filme ficou de fora.

    ResponderExcluir
  9. Olá, meu exemplar desse livro está há alguns meses na estante mas ainda não o li, pretendo ler em breve. Me parece bacana essa amizade entre os personagens que você comentou. Comecei a ver o filme mas não terminei, você achou ele muito diferente do livro?

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Eu gostei muito da sua resenha e da sua sinceridade ao falar sobre a sua experiência com a leitura, mas esse livro não despertou o meu interesse, aliás o filme também não. Acho que para quem curte esse tipo de história é uma boa leitura.

    ResponderExcluir
  11. eu conheço o filme, mas não leria o livro pelo mesmo motivo do filme, que é a questão do perfil do personagem, essa obsessão dele com ela e a forma abusiva da relação, isso me desanimou do filme e do livro =/

    ResponderExcluir