14/02/2020

[Resenha] A outra face | Sidney Sheldon

A outra face

Autor(a): Sidney Sheldon
Editora: Record
Páginas: 240
Resenha por: Larissa
Avaliação: 4/5
Compre: Amazon / Submarino




Sinopse: Aclamado pelo New York Times como o romance do ano e vencedor do Edgar Allan Poe - um dos mais importantes prêmios para escritores de mistério -, a estreia de Sidney Sheldon na literatura, A outra face, mostrou o que vários escritores best-sellers, críticos e milhares de leitores confirmariam anos adiante: Sheldon possui uma habilidade única para desnudar o que passa pelo coração dos homens e mulheres.

O escopo emocional dos personagens, suas ambições e seus desejos mais secretos transparecem aqui com incrível clareza e complexidade. Duas pessoas próximas ao prestigiado psicanalista Judd Stevens foram mortas. Subitamente, ele se vê envolvido em uma ardilosa série de assassinatos. Seria o criminoso um de deus pacientes? Talvez um neurótico movido por uma louca compulsão? Entre os suspeitos estão uma atriz decadente e ninfomaníaca, um pai de família com tendências homossexuais, um empresário problemático, uma jovem misteriosa e, por que não, até mesmo o próprio Dr. Stevens...

Se não conseguir penetrar na mente deste perigoso assassino, o psicanalista pode ser preso. Ou, algo ainda mais aterrador, ele pode ser a próxima vítima. Antes que o criminoso volte a atacar, o Dr. Stevens precisa revelar sua identidade e expor suas emoções, medos e desejos. Uma história envolvente de enigma e suspense, A outra face é um inesquecível thriller de Sidney Sheldon.

Resenha: Esta leitura foi parte do meu projeto de ler doze autores novos para mim - que nunca li - em 2019.

Judd é um psicanalista viúvo e de poucos amigos. Vamos conhecer alguns de seus pacientes, inclusive Anne, por quem ele nutre um sentimento especial.

Certo dia, um dos pacientes do psicanalista sai do seu consultório usando a capa de chuva que Judd emprestou e é brutalmente assassinado. Em seguida a secretária é assassinada no final do expediente com requintes de crueldade e, ao mesmo tempo em que Judd acha que pode ser a próxima vítima, o detetive McGreavy tenta achar indícios para incriminá-lo; anos antes o detetive e Judd tiveram uma desavença, então pode ter algo bem pessoal por trás desta desconfiança. Mas, enquanto McGreavy tenta incriminar Judd, o parceiro do detetive, Angeli, demonstra interesse em ajudar o doutor.

No decorrer da estória muitos são os suspeitos, inclusive há a suspeita de que Judd esteja tornando-se paranoico e nada esteja realmente acontecendo.

"Havia uma outra possibilidade. Era tão terrível que Judd não podia sequer admiti-la. Mas precisava fazê-lo. Tinha que enfrentar a possibilidade de ele ser um paranoico."

Eu desconfiei de diversos personagens, mas devo dizer que não acertei quem era realmente o culpado.

A leitura é rápida e envolvente, bem ao estilo Harlan Coben, autor que eu adoro. Quero ler mais livros do autor, algum mais atual, pois este foi escrito na década de 70.

Um comentário:

  1. Sidney Sheldon é sempre um mestre. Que falta ele faz.
    A Outra Face é um dos meus livros preferidos dele. Fiquei que nem você, desconfiei de vários personagens do começo ao fim hahahahaha

    ResponderExcluir