22/04/2019

[Resenha] A casa da praia | Beth Reekles

A casa da praia

Autor(a): Beth Reekles
Editora: Astral Cultural
Páginas: 144
Resenha por: Larissa
Avaliação: 3/5
Compre: Americanas

*Livro cedido pela editora para resenha


Sinopse: Quem disse que a história de Elle e Noah acabou? Para a sorte de todos nós, que amamos A Barraca do Beijo, Beth Reeckles decidiu contar mais um pouco da história deles.

Namorar o maior bad boy da escola jamais esteve nos planos de ELLE EVANS, mas aconteceu. Porém, isso teve um preço. Sua amizade com LEE FLYNN foi colocada à prova e ela teve que rever suas prioridades e abrir o jogo de uma vez por todas sobre o seu relacionamento secreto com NOAH FLYNN.

Pode parecer um sonho finalmente conquistar o crush eterno de uma vida, mas uma hora o ensino médio vai acabar e Noah começará a faculdade. Entre fogos de artifício e confusões na praia durante as férias de verão, Elle e Noah precisam decidir qual será o futuro de seu relacionamento. Afinal, as coisas nunca mais serão as mesmas, nem mesmo na casa da praia.

Resenha: Nesse livro, complemento de "A barraca do beijo", vamos acompanhar os dias dos nossos queridos personagens Elle, Noah e Lee na casa da praia, onde eles sempre passaram as férias, porém agora é tudo diferente, já que Elle e Noah são namorados...

Elle não esperava conseguir namorar o maior bad boy da escola, Noah Flynn, por quem sempre teve uma quedinha, mas conseguiu, e agora tem que lidar com o fato de que namora o irmão do seu melhor amigo, Lee.

O namoro de Elle e Noah está indo às mil maravilhas, porém, ao mesmo tempo que os dois querem aproveitar as férias na casa da praia simplesmente divertindo-se, como sempre fizeram, ambos têm aquela dúvida pairando no ar: o que eles farão com o relacionamento deles quando Noah for para a faculdade, no final das férias?

"Eu detestava o fato de que as coisas tinham que mudar. Quando era mais nova, sempre pensei que teríamos a casa da praia e que, independentemente do que acontecesse, nós sempre iríamos para lá durante o verão, todos os anos."

Além do fato de que Elle e Noah agora são namorados, outras coisas estão diferentes nesse verão na casa da praia, como por exemplo: Rachel, namorada de Lee, irá passar uns dias lá também, e Noah irá sair da casa da praia dois dias antes para ir conhecer o campus da Universidade de Harvard com seu pai.

"Os verões da casa da praia deviam sempre acontecer com todos nós juntos, aproveitando o tempo sem termos que nos preocupar com o dia a dia longe dali, simplesmente nos divertindo. Os verões da casa da praia não deviam ser interrompidos antes da hora por viagens até o campus da faculdade. Tudo aquilo parecia errado, adulto demais."

O livro segue o mesmo estilo do anterior, com uma escrita leve, cenas engraçadas e personagens cativantes. Indico a leitura para todos que gostaram de "A barraca do beijo" e querem ler um pouco mais de uma estória deliciosa cheia de cenas fofas e divertidas.

19/04/2019

[Resenha] Mindspace | Glauco Baptista

Mindspace

Autor(a): Glauco Baptista
Editora: Chiado
Páginas: 234
Resenha por: Viviane
Avaliação: 4/5
Compre: Editora

*Livro cedido pelo autor para resenha


Sinopse: Arthur Sanley não imaginava sua vida em uma realidade paralela mortal. Ele sempre achou que a existência de outros mundos, não passava de mera literatura ou especulação científica, mas ao receber e-mails de um desconhecido, acabou tendo acesso a um universo alternativo completamente estranho, ilógico e perigoso, capaz de fundir sonhos e pesadelos em uma realidade intrigante...

O menino também descobre que uma celebridade está envolvida com a tal realidade alternativa secreta, conhecida como Mindspace, e a suposta pop star lhe concede algo que muda sua vida completamente, fazendo com que sua percepção de realidade fique distorcida. Arthur então se une a um grupo de "algoritmizados" para travar uma batalha contra um mal que não ameaça somente a Mindspace, mas sim todo o mundo, e, no decorrer de sua trajetória, o jovem percebe que sua criatividade é o seu maior poder, e acaba por ter de enfrentar desafios inimagináveis, ao lado de pessoas com habilidades sobre-humanas.

Mindspace é um universo que se expande de acordo com a criatividade das pessoas, e é repleto de tudo o que se pode imaginar, criaturas como: dragões, cogumelos falantes, gigantes, fadas, robôs, monstros e dinossauros são apenas a ponta do iceberg, do que realmente existe naquele lugar atemporal.

Resenha: Em "Mindspace" seremos apresentados a uma realidade futurística. Os computadores têm uma tecnologia chamada "Quantic Soul" e comunicam-se diretamente com seus usuários; é um sistema experimental que ainda tem falhas, mas é capaz de falar com a pessoa como se estivesse dentro de seus ouvidos.

Arthur é um jovem estudante que quase sempre chega atrasado na escola por dormir demais; um dia, no intervalo da aula vai até o banheiro lavar o rosto e encontra uma espécie de de smart code no espelho, automaticamente seu computador ativa o modo leitor, sem que o rapaz dê o comando do código e Arthur é teletransportado para um local e só consegue ouvir de uma moça, Avery, que foi escolhido por Zara para restaurar o equilíbrio de Mindspace e que deve acessar o novo programa de seu computador à noite, e então no segundo seguinte ele está de volta no banheiro sem entender o que aconteceu.

Em casa Arthur foi fazer o que a garota instruiu-lhe, estava muito curioso e achando que podia ter sido uma alucinação. Ao ativar o programa, primeiro não aconteceu nada, depois ele sentiu-se mal e desmaiou. O rapaz acordou em um lugar em escombros, não demorou muito e apareceram duas criaturas com três metros de altura que lembravam aranhas e queriam comê-lo, então foi salvo por uma garotinha que aparentava ter dez anos, descobriu que Zara é a forma de vida artificial naquele mundo, em seguida tudo na volta de Arthur e da garota, Mia, começou a desintegrar-se. Mia deu à Arthur uma esfera do pensamento, com a qual ele deveria pensar com detalhes no lugar em que queria estar e jogar a bolinha, assim um portal se abriria e seria possível passar por ele, então Arthur memoriza seu quarto e o portal se abre; o acordar pela manhã, o rapaz acha que foi tudo um pesadelo, mas tem uma mensagem de Mia em seu QS (Quantic Soul) pedindo que ele a encontre mais tarde.

Ao encontrar Mia, a garota explica que Arthur foi escolhido por ser um jovem muito criativo, Zara precisa de pessoas assim, mas tem mais gente - que não é do bem - querendo as habilidades de Arthur, e então ele e Mia são atacados; ele consegue fugir, mas Mia é capturada.

Mais tarde Arthur conversa com uma garota nova na escola, Lise, que está ali para ajudá-lo, e descobre que tem um dom, já que ele consegue ir até Mindspace - uma espécie de realidade paralela, onde estão todas as coisas que a nossa imaginação cria, o lugar aumenta e modifica-se conforme a criatividade das pessoas; esse mundo está repleto de seres como dragões, fadas, cogumelos falantes, robôs e tudo o que a mente humana pode criar, mas tem também o pessoal do mau, liderado por Ulf, que quer acabar com os humanos normais e deixar só os criativos -, mas Arthur não faz ideia de que dom possa ser esse e provavelmente só descobrirá na hora da necessidade.

Além de Ulf, tem outro inimigo que parece ser ainda pior, o Rei Espectral, que parece ser um vírus que consegue materializar-se, consegue abrir portais e trazer para o mundo real monstros que não deveriam sair de Mindspace; além disso, esse vírus consegue interferir na vida das pessoas, já que todas são conectadas diretamente com seus computadores - acho que posso dizer que nessa estória as pessoas podem ser infectadas por vírus de computadores.

Lise leva Arthur até Core Town para ser treinado e testado. Core Town é uma cidade compactada e flutuante, localizada em cima de uma árvore que flutua sobre um lago, como na capa do livro. O líder de lá é um peixe falante e passa instruções à dupla.

"Algo me dizia que de alguma forma aquele lugar era muito importante para ela e muitas outras pessoas, por isso não lutavam apenas para impedir que ambos os mundos fossem ameaçados, mas sim para preservar o mundo próprio onde você era capaz de ter e ser tudo que sempre desejou."

Pessoas normais treinam por meses para realizar a prova, mas como acreditam que Arthur seja um prodígio, supõe-se que algumas horas serão suficientes, pois ele vai saber o que fazer. Após os testes e a aprovação, Arthur, Lise e Line, que se juntou à dupla, partem com a missão de salvar Mindspace e o mundo real, enfrentando muitos desafios e lutas e carregando sempre a incerteza de que terão êxito.

O livro é narrado pelo Arthur, mas em diversos capítulos foi narrado sob o ponto de vista de outros personagens, o que possibilitou um visão mais ampla de tudo o que estava acontecendo. Foi uma leitura muito difícil para mim, encontrei bastante dificuldade em entender o que estava acontecendo, eram muitos cenários, muitos personagens, palavras difíceis, senti-me dentro de um jogo de videogame onde as coisas mudavam a cada comando. A estória tem bastante ação, emoção, cenas de luta e fuga e os seres místicos dão um toque a mais no livro. É preciso ter muita imaginação para conseguir ambientar-se no cenário da estória. Quem curte ficção científica com uma pegada boa de fantasia vai deliciar-se com essa leitura.

17/04/2019

[Quotes] O despertar

Olá, livreiras e livreiros! Recentemente li o livro "O despertar", uma obra com uma estória muito agradável, mas que vai muito além disso, trazendo-nos várias mensagens super importantes e reflexivas, e é claro que eu marquei diversos trechos e não podia deixar de compartilhar com vocês. Vamos conferir?!

"Lembranças são pequenas caixas de presentes, das quais, às vezes, mesmo cobertas de poeira, retiramos a tampa e nos deleitamos com risos e saudades. Apenas lembranças..."

"Há momentos que palavras não podem descrever, é preciso vivenciá-los, de forma a degustar e absorver cada segundo. Cabe a nós reconhecer o valor ímpar que cada um desses momentos tem a nos oferecer."

"Às vezes, a maior riqueza que podemos ter são as palavras; ditas de maneira correta alcançam o coração e mudam o contexto dos sentimentos e até a história [...]"

"Podemos manipular e tentar mudar a justiça daqui, mas, com certeza, existe uma justiça soberana a ser executada e dessa nenhum homem poderá se livrar."

"As derrotas no final da vida de um homem são simplesmente frutos das sementes que um dia ele semeou. Se ele tenta encontrar um culpado, isso só prova ainda mais o quanto é incapaz e miserável por não aceitar o seu próprio fracasso."

"Palavras têm vida e também podem gerar a morte dentro de nós. Existem momentos em que não podemos dar ouvidos a nós mesmos, sabe por quê? Às vezes, somos nosso pior inimigo."

"Mas como se proteger de si mesmo? Em certos momentos, a luta chega a ser injusta, lutar contra você mesmo... Isso dá medo. Perceber que dentro de nós existe algo tão forte que pode nos destruir e se dar conta de que esse algo é você..."

"Infelizmente, não valorizamos as coisas que recebemos, pensamos que seria bem melhor aquilo que não temos ou não podemos ter, mas não é assim. Somos inconstantes e insatisfeitos. O que temos às vezes pode ser pouco, mas será muito se soubermos agradecer e valorizar."

POSTAGEM POR: LARISSA

15/04/2019

[Resenha] Por uma escolha | Peter Gonçalves

Por uma escolha

Autor(a): Peter Gonçalves
Editora: IDE
Páginas: 256
Resenha por: Viviane
Avaliação: 4/5
Compre: Editora

*Livro cedido pela editora para resenha


Sinopse: Com a finalidade de conseguir dinheiro para o sustento e solução dos problemas de sua família, Fernando, um pai desesperado, se vê propenso a aceitar o envolvimento com atitudes ilegais de grande proporção.

Desconhecendo o envolvimento de seu marido com a proposta, Dália reclama constantemente da penúria que envolve toda a família, ao mesmo tempo em que Tadeu, o filho pré-adolescente, sentindo inexplicável aversão, vive num atrito constante com o pai.

A luta de uma família frente a seus desejos e necessidades. As leis de causa e efeito sobre a vida presente e depois da morte. A dura queda dos que se deixam levar pelo poder e ganância, quando o dinheiro se sobrepõe à consciência.

Ação e reviravolta de emoções, um drama que nos oferece cenas comoventes, num benéfico reencontro de Espíritos ligados por fortes laços de variados sentimentos.

Resenha: Até onde um pai de família é capaz de ir pelo bem estar, conforto e segurança daqueles que ama?

Fernando estava tendo dificuldades para manter sua família em uma vida confortável e fazia pequenos bicos para um traficante famoso na região, pois não queria envolver-se demais. Porém sua vida conjugal estava bem difícil e o relacionamento com os filhos, principalmente com o adolescente, não ia bem. O homem não podia contar para a esposa de onde vinha o pouco dinheiro e passava os dias na rua, até que faltou comida em casa e sua esposa decidiu ir embora com as crianças. Fernando chegou então à conclusão de que esse mundo do tráfico não tinha saída e acabou entregando-se de vez, fazendo trabalhos mais perigosos em troca de mais dinheiro, na esperança de reaver sua família.

"É assim que se fala, meu caro! Se for para errar, então erre direito."

Chicão, o chefe do tráfico, passou para Fernando a missão de vender um lote de drogas em uma favela rival que estava sendo pacificada, portanto tinha vigilância constante da policia; nesse primeiro trabalho correu tudo bem, mas Chicão pediu que na semana seguinte o homem fosse até um traficante inimigo que era muito perigoso, matava por motivos fúteis, pelo simples fato de botar medo em todo mundo; Fernando obteve êxito na venda, mas o traficante ficou desconfiado e mandou que um de seus capangas o seguissem.

Tudo que Fernando temia aconteceu: sua família, que ele tanto protegeu, foi envolvida e o caminho que a vida de todos tomou foi irreversível.

"A lei de ação e reação é sempre muito clara quando diz que tudo que você faz traz consequências que devem ser arcadas por você mesmo."

Tanto na ficção quanto na vida real drogas e tráfico costumam ser caminhos sem volta; nosso protagonista deixou-se envolver pelo dinheiro fácil, mas foi vítima da ganância humana, fazendo parte de um mundo no qual não se deve confiar em ninguém. Mesmo com o casamento e a relação com o filho adolescente estando em crise, Fernando ainda era um bom pai e boa pessoa, então fica bem difícil julgar as escolhas dele, pois, eu mesma, se me visse em uma situação de meus filhos estarem passando fome, seria capaz de qualquer coisa. Esse é aquele tipo de leitura que nos faz repensar valores e pesar o que realmente é certo ou errado.

12/04/2019

[Resenha] A aventura dos livros | Sandra Russo

A aventura dos livros

Autor(a): Sandra Russo
Editora: Scortecci
Páginas: 20
Resenha por: Leonardo
Avaliação: 5/5
Compre: Editora

*Livro cedido pela editora para resenha


Sinopse: Nesta noite, Camila recebe uma mensagem via skype, na qual, a bibliotecária faz uma espantosa revelação: os livros desapareceram! Camila e seus amigos haviam combinado de ir à biblioteca para fazer uma pesquisa. Cada aluno leria cinco livros e escolheria um deles para comentar com a classe. Como isso será possível, agora? E onde foram parar os livros? Tendo ganhado vida própria, eles agora circulam por toda a cidade: ensinam receitas, enfrentam o trânsito, visitam os shoppings, compartilham seus dilemas, até mesmo conquistam pela simpatia, posando para selfies com seus leitores. Pode ser que um deles esteja bem pertinho de você!

Resenha: Camila sempre gostou muito de ler, mas seus colegas não tinham esse costume. Um dia a professora deu uma missão para eles: deveriam ir à biblioteca da cidade e escolherem cinco livros, cada um, para ler e depois contar a história para a turma, para que alguns livros fossem escolhidos para fazer parte da biblioteca nova da escola.

Os amigos de Camila ficaram com preguiça de ler, mas a garota os convenceu de que seria legal. Como Camila era amiga da bibliotecária, pediu que ela separasse alguns livros que achasse que a turma iria gostar.

No dia da visita à biblioteca, Camila recebe uma ligação da bibliotecária dizendo que quase todos os livros haviam sumido das prateleiras. Não demorou a virar notícia que vários livros estavam pela cidade causando problemas, era como se os livros tivessem ganhado vida e saído andando.

"A cidade foi invadida por milhares de livros que, rebelados por não serem lidos, fugiram da biblioteca central."

Na biblioteca, Camila e a bibliotecária conversaram com os livros antigos que ficaram lá, eles contaram que os livros estavam tristes porque ninguém mais os procurava para ler ou consultar devido às novas tecnologias.

"Estamos sendo cada vez menos consultados. Estamos sendo deixados de lado. A televisão, a internet e as redes sociais usurparam o nosso lugar."

Camila teve então uma ideia para convencer os livros de que eles ainda eram importantes e que precisavam voltar para as prateleiras da biblioteca.

Minha mãe sempre me incentivou a ler, e desde bem pequeno ela me dá livros de presente; meus favoritos são as estórias em quadrinhos e tudo do Minecraft. Eu fico bem triste quando alguém diz que não gosta de ler.

Achei esta estória bem legal e divertida, sei que os livros não têm sentimentos igual as pessoas, mas mesmo assim eu fiquei com pena deles.